Minha enteada Birrenta

Click to this video!

Quando conheci minha esposa ela já tinha uma filhinha de 7 anos Patrícia, eu trabalhava, em uma empresa por turno de revezamento, tinha semana que trabalhava de dia outras a noite, minha mulher Julia trabalhava com atendente em uma Ótica, quando eu trabalhava de dia tinha uma prima de Julia que ficava com a menina, então uma semana ficava com a menina Raquel prima da minha Mulher e na outra semana ficava eu, quando era minha semana eu dava banho em patrícia arrumava ela e levava para escola, só que o tempo foi passando e Patrícia já estava com 9 anos, eu já só mandava ela ir tomar banho. Pois já estava ficando mocinha e já tinha peitinho, só que a danadinha sempre queria que eu a banhasse uma vez ela disse que estava com preguiça de ir tomar banho, eu liguei para a mãe dela a mãe falou com ela, mais nada, então eu a peguei e levei pro banheiro liguei o chuveiro e coloquei ela de baixo ela ficou toda molhada e começou a chorar, sai e fechei o box e disse para tirar a roupa e tomar banho, passado uns 10 minutos o chuveiro ainda estava ligado e fui lá quando abri o box ela estava sentado no canto e o chuveiro ligado, aquilo me deu uma raiva, peguei ela pelo braço e coloquei debaixo do chaveiro, e comecei a tirar a roupa dela deixando ensaboada, tirei a calcinha e vi a bucetinha dela já com alguns fios de cabelos fininho, ela debaixo do chuveiro e eu passando a mão nela e lavei a bucetinha ela arreganhou a perna como era de costume senti que apesar da agua tinha alguma coisa lisa percebi que a danadinha estava lubrificada, pra ver arreação dela introduzi o dedo um pouquinho foi o suficiente pra ela abrir mais a perna, fiz um movimento de entra e sai e olhei pra cara dela a safadinha estava de olhos fechados, então empurrei mais o dedo e vi que ela gostava, fechei o chuveiro e mandei ela ir se arrumar pra ir pra escola, ela não se vestiu e não foi pra aula, fui no quarto dela e estrava deitada de bundinha pra cima nuazinha, chamei e ela virou de barriga pra cima e disse não quero ir pra aula hoje, sentei perto dela e fui conversar dizendo que ela precisava estudar para poder trabalhar ter um bom emprego e coisa e tal, ela olhou pra mim e disse depois hoje não estou a fim. Fui saindo e ela disse fica aqui comigo, disse veste tua roupa você já esta mocinha, já mexe com a cabeça dos homens, ela perguntou eu mexo com sua cabeça respondi que sim, ela não sabia. Sentei do lado dela e comecei a passar a mão no corpinho dela, me arrependi e parei ela continua está gostoso, pegou minha mão e levou na bucetinha dela, eu larguei tudo e cai matando, fui beijando o pescoço peito barriga e ela arranhando meu cabelos quando botei a boca na bucetinha ela ficou doida, depois de uma boa chupada subi em cima dela e fiquei pincelando o pau pra cima e pra baixo, ela levantava o quadril procurando o meu pau, ate que encachei, na entradinha e fui empurrando devagar, só que o tesão era tanto que gozei, mais no outro dia eu conto o resto