Malditos olhos azuis

Click to this video!
Autor

Bom esta historia que vou contar aconteceu comigo, não foi uma experiencia agradável pelo contrario foi um começo arrasador para minha vida ?
Tenho hoje 16 anos digamos sou uma moça bonita loira natural com um corpo de modelo e com uma maldição ?
Sim considero meus olhos uma maldição, olhos azuis da cor do mar .
Quando bebe tds elogiavam meus olhos sou filha unica de uma família desajustada minha mãe digamos ela é uma parasita da sociedade, uma pessoa que não trabalha, fica em bares e baladas só nas custas de otários que ela paga com sexo .
Um destes otários foi meu pai, os dois deram certo pois um foi feito pro outro ele tmb era um parasita que vivia nas costas do meu avô.
Meu pai rapaz bonito mais não queria nd com a vida e se envolvia com drogas sendo usuário ele e minha mão se drogavam e sumia por meses .
Eu por minha vez estava sendo criada pelos meus avos, enquanto vovô saia para vender de td em seu carro velho eu ficava com minha vó mulher nervosa que gostava muito de falar, mais ela tmb falava muito palavrões a cada 10 palavras 4 era palavrões .
Minha vida seguia assim tds me elogiavam pela minha beleza mais ainda pelos meus olhos azuis .
Moradora de uma comunidade pobre em uma área livre a vida ia seguindo ate que em uma véspera de natal de 2007 a dez anos atrás aconteceu que acabaria com minha família .
Meu avô em um dia saiu para vender ovo era época festiva e se vendia muito foi quando em um desastre seu carro perdeu o freio e caiu em uma ribanceira matando na hora e assim foi meu dia de natal de 2007 com apenas seis anos de idade passei a noite de natal velando meu querido vovô .
Foi um matal horroroso mais o ano de 2007 ainda não tinha terminado, cinco dia depois da morte do meu avô o arrimo da família meu pai já descontrolado se matou com uma overdose e eu fiquei sozinha com minha mãe já que minha avó doente foi morar com os irmão dela no interior de SP .
Desculpa eu falar assim mais a parasita da minha mãe não demorou muito para trazer para dentro da casa que outra hora era do meu avô outro vagabundo que ela encontrou nos bares da vida era um rapaz de cor com aparência de quem nunca trabalhou na vida e assim ganhei um padrasto que era tão vagabundo quando meu próprio pai, mais só que ele não era meu pai e com isto me olhava com olhares diferente .
Minha mãe quando não tava drogada estava bêbada e nestas hora meu padrasto vinha em meu quarto e passava a mão em mim e ficava vidrado em meus olhos dizia que eu era linda e tentava tirar minha roupa e eu gritava e chutava ele que com o barulho com medo de chamar a atenção dos vizinhos voltava para o quarto da minha mãe e descontava em seu corpo embriagado seu tesão que sentia por mim .
Ate que em um dia de Março de 2008 eu tinha acabado de completar sete anos meu padrasto neste dia chegou em casa com um bolo e um suco de caixinha ele estava com aparência feliz e não estava bêbado estava bem sóbrio, já minha mãe estava embriagada como sempre .
Ele disse
__ Natália pensa que esqueci do teu aniversario olha que bolo lindo que eu comprei pra vc minha linda .
eu olhando aquele bolo que hoje em dia posso dizer era feio, mais para um menina de sete anos que vivia a margem da sociedade era lindo e alguém tinha lembrado dela era mais legal ainda já que tua própria não sabia que ela nem existia .
Então ele acendeu a velinha e mando eu fazer um pedido e eu fechando meus olhinhos fiz um pedido ( pedi para que eu tivesse uma família como antes com meu avô não era muito mais era bem melhor que eu tinha no momento ).
E ele mando eu cortar e dar para pessoa que vc mais gosta cortei olhei em volta só tinha minha mãe bêbada e o idiota dele então peguei e disse que era meu ele então deu risada e foi na cozinha e colocou o suco no copo e deu pra eu beber mesmo meu padrasto ser um pessoa horrível neste dia eu ate gostei dele e nem me importei dele com suas brincadeira que sempre acabava com suas mão nas minhas coxas e bundinha, neste dia não reagi como sempre .
Mais de uma hora pra outra eu comecei a não me sentir bem parecia que eu estava zonza já não conseguia fica em pé, foi quando meu padrasto tirando uma espécie de vidro pequeno beijou e ouvi ele dizendo assim .
__Vc não falha meu amigo .
me pegou no colo e levando me para o quarto da minha mãe que ficou na sala desmaiada .
Eu quando vi estava na cama deles ele tirando minha roupa tentei gritar mais não saia minha voz tentei chutar mais não tinha mesma eficaz, sentia a cama rodar mais não estava com sono só não conseguia, então eu entregue na cama já nua me lembro como hoje ele tirando a roupa pela primeira vez eu vi um homem nu e confesso que com meus sete anos nunca tinha visto a foto de um pênis antes .
Tds podem pensar ha hoje qualquer criança vê isto na internet, mais eu como era muito pobre não tinha nem celular .
Quando vi aquele mastro levantado tentei gritar e como não saia nd chorei ele por sua vez disse .
__É Natália hoje não vou só admirar esses olhos azuis quero vc todinha pra mim grita agora GRITA !
ele se aproximo de mim totalmente nu e começou a me beijar eu que nunca avia dado nem um selinho era bv completa comecei a sentir a linguá deste individuo entrando na minha boca, tentei morder mais não tinha força para fechar a boca, foi quando ele cansado da minha boca desceu para meu corpo eu não tinha nd de seio mesmo assim ele não deixou passar em branco e tentava dar mordida no pequeno biquinho que eu tinha .
Não demoro muito foi ate minha perna onde abrindo ele chegou no que realmente queria e com uma volúpia sem igual ele levou sua linguá na minha pequena xoxota e começou a dar estocada com a linguá e não satisfeito começou a introduzir seu dedo no meu cuzinho em quanto chupava minha xoxota .
Eu em prantos pedia tentava pedir para ele parar mais era em vão ele ficou ali por mais de uma hora me bolinando, quando eu já estava me sentindo melhor ta tonteira mais tava com a parte de baixo minha assada de tanto que ele chupava e já dava para sentir ele enfiando dois dedos no meu cuzinho e tentava abrir como se fosse uma cortina .
quando ele sentiu que eu já tava tendo força para tentar repelir seus ataque que ele ficou mais alegre ainda .
__Agora sim já com força para reclamar dos meus carinho então é hora de eu te fazer de vc minha linda namorada uma mulher .
Ele me segurando pelo meu corpo arrastou me ao encontro do teu e abrindo minha perna de uma forma tão violenta que parecia que ia me rasgar no meio e começou a forçar a entrada de sua pica enorme na minha xoxota eu tentava gritar mais já não tinha força para isto, ele vendo que tava me machucando muito e não conseguia entrar por eu estar com assadura ele pegou uma pomada na gaveta e passou em seu pau e na minha xoxota quando tentou entrou sem dificuldade eu senti uma coisa me rasgando por dentro ele sem parar não ligava para meus gritos de dor e estocava em um vai e vem que eu não me lembro como acabou pois dai em diante perdi a consciência acordando na minha cana no outro dia com o corpo todo dolorido .
Assim que acordei a primeira coisa que vi foi a cara do meu padrasto dizendo .
Natália gostou da tua festinha de aniversario e do emu presente, não se preocupe agora vou de dar este presente sempre e se vc comentar com sua mãe ou com outra pessoa eu mato vc e ela entendeu .
EU SÓ BALANCEI A CABEÇA DIZENDO QUE SIM
Este foi meu final de ano de 2007 e começo de 2008 .
mais ainda não acabou continua …..