A sobrinha safada, adora uma pica

Click to this video!
Autor

Olá tudo bem com vocês, tenho 17 anos e vou relatar a transa quê tive com minha sobrinha
Manuela de 14 anos, ela já está prestes a completar 15 anos.
Manuela é uma menina mulata, com cabelos pretos que naturalmente são cacheados, mas ela
recentemente fez alisamento eles passam um palmo dos ombros. A bunda dela é média
durinha, em lisinha, os peitos são pequenos, mas também é bem rígida, a bucetinha é lisinha
agora que esta começando a aparecer os primeiros fios. Por mais que a idade dela seja pouca,
Manuela já não é virgem, em algumas de nossas conversas por mensagem ela me disse que
perdeu seis meses depois de completar 14 anos. A ela é relativamente magrinha. Manuela e
eu fomos criados meio que juntos pelo menos na infância foi assim, depois fui morar em outra
cidade enquanto a minha irmã fico lá dessa cidade. Quando Manuela estava com 6 anos eu e
ela estávamos brincando sozinhos na casa da minha irmã ela tinha saído coisa rápida. eu e
Malu resolvemos brincar de um ficar pegando no outro, tipo nos dois sentados um do lado do
outro ela pegava no meu pênis e eu na vagina dela. Na época éramos inocentes né, não
sabíamos o que estávamos fazendo. Já Desde pequena eu e ela já dávamos alguns indícios de
que a vida sexual começaria bem sedo.
E nesse Natal de 2017 resolvi viajar com meu pai. Fomos ficar na casa justo da minha irmã mãe
da Manuela, eu e ela já conversávamos até que bastante por mensagens, quando cheguei na
casa dela ela praticamente não desgrudava mim. Como fomos alguns dias antes do Natal iria
ficar bastante tempo lá. Já no primeiro dia, fui tomar banho esqueci a porta destranca
Manuela abriu a porta e entrou, eu estava virado bem pra porta e eu estava de pau duro. na
hora ela se assustou e pediu desculpas, mas ela demorou um pouco para sair e fechar a porta,
pude notar que ela ficou olhando para o meu pênis. Depois disso pude notar que ela tentava
de qualquer maneira meio quê pegar nele, pois a partir desse dia ela me tocava mais na região
das pernas, bem próximo do pênis.
Nesse mesmo dia, não sei se foi de propósito ou não, mas provavelmente foi de propósito, o
quarto dela fica de frente para o que eu estava. Ela estava se trocando, a porta estava aberta e
ela passou na frente da porta e eu pude ver ela nua uma delícia por sinal. Ela notou que eu
estava olhando ela colocou a roupa e foi lá no quarto que eu estava, perguntei se qualquer dia
ela pudesse fazer um show particular para mim, ela riu e disse que sim, peguei e a beijei. Como
tinha gente na casa, esperamos até que saíssem meu pai e minha irmã resolveram ir ao
mercado fazer compras pro Natal, sabíamos que eles iriam demorar pelo menos 50 minutos.
Quando saíram ela estava no quarto fui até ela, ela perguntou se eles já tinham ido, disse que
sim, peguei ela e comecei a beijar ela, deitei na cama com ela, peguei fui enfiando a mão sobre
a blusa dela, enquanto a beijava, comecei a massagear os peitinhos dela. Tirei a blusa dela,
comecei a chupar os peitos dela, enquanto eu abria o short e tirava a calcinha dela, depois
enquanto eu chupava os peitos, eu passava a mão na bucetinha dela, ela já estava gemendo só
de eu passar a mão na xota dela,eu pudia sentir que a buceta dela estava bem molhadinha,
estava pintando.
Peguei fui chupando e beijando o corpo dela até chegar na bucetinha dela, cai de boca naquela
buceta, Manuela, ela gemia, se contorcia, ela me dizia isso tio chupa a bucetinha da sua
sobrinha, isso continua que eu vou gozar, isso não para tio, chupa tio. Continuei a chupar até que ela gozou. Ela pediu para chupar meu pênis, deixei, mas se ela me deixasse continuar a
chupa-lá deitei na cama e ela por cima dê mim, formando um meia nove, depois ela disse que
queria sentir meu pênis dentro da bucetinha dela, ela deitou com a barriga para cima, e deitei
por cima dela, fui mentendo devagar nela, enquanto a beijava, ela gemia dizendo isso tio me
come bem devagar, quero aproveitar bem essa sua pica tio, fode a putinha da sua sobrinha. Eu
respondia a ela você gostou da pica do tio né safada, vou encher sua bucetinha de porra, sua
vadiasinha.
Peguei a mudei de posição a coloquei de quatro segurei ela pelos cabelos, fui mentendo nela,
enquanto dava uns tapas na bundinha dela, dava um tapa ela gemia, dizendo isso tio me bate,
bate na sua sobrinha preferida tio. Quando mais ela falava mais eu batia e com mais força.
Comecei a foder a bucetinha dela com força, ela gemia, gritava. Quando fui gozar peguei tirei
meu pau, ela deitou na cama de barriga pra cima, peguei e gozei no rosto dela, fazia bastante
tempo que eu não gozava o tanto que gozei no rosto da Manuela. Gozei no rosto, ela estava
com a boca aberta na hora um pouco foi na boca, depois ela pegou o esperma que não foi na
boca e limpou o rosto, levando a porra até a boca, depois ainda ficou brincando com o
esperma até que ela engoliu.
Fomos tomamos um banho juntos demos uma rapidinha no banheiro, dessa vez fudi a
bucetinha dela, mas quando fui gozar,ela pediu-me para me chupar, ela fez garganta profunda,
quando gozei meu pau estava todo dentro da boca, jato foi bem dentro da garganta dela, a
vadia se engasgou um pouco, mas não parou de me chupar.Depois do banho fingimos que
nada aconteceu, mas quando tínhamos oportunidade nós dávamos alguns beijos, e quando
tínhamos mais tempo um masturbava o outro, até mesmo chupar, depois tivemos algumas
oportunidades de darmos uma rapidinha, quando dávamos uma rapidinha sempre gozava na
boquinha da safada, que bebia tudo. em resumo foi o melhor Natal, agora é esperar pelo do
ano que vem.
Bom esse foi o meu relato, espero que tenham gostado e quem gostou puder entrar em
contato, se puderem me dizer o que posso melhorar no conto e como sempre vou deixar meu
e-mail e WhatsApp.
E-mail:

Whatsapp: 67 984453996