Eu dany a primeira mamada

Click to this video!

Deita-me suavemente na cama, fico a olhar a vara dura de cabeça reluzente, admirado, pergunto-lhe : Porque rapa os pelos titio?
É mais higiénico diz ele a rir.
Hummm.. também quero rapar.
Logo se vê.
Insisto com ele. quero sim titio… a vara fica graannndeeeee
Ele ri-se da minha inocência.
Já chupou uma vara ?
Abro os olhos de espanto, não..titio claro que não…. eu nunca fiz nada com ninguém.
O olhar de deslumbramento dele, faz-me corar.
Hummmm.. então tu esta virgem de todo ?
Sim…sim…titio.
Melhor.. vou-te ensinar tudo, bom…tudo desde que queira.
Quero titio..é o nosso segredo né ?
É linda, é a primeira vez que me trata no feminino e eu gostei.
Quer que eu te faça de menina ?
Muito titio…quero muito ser menina.
Bom.. então tem de aprender a mamar uma tora.
Tora ? Sim tontinha um caralho, uma vara um mastro, mamar no pau
Ah.. sim percebi.
Deita-se ao meu lado, puxa-me, até que fico em cima dele, agrada-me o contacto com o corpo quente e musculado.
Senta-te
Fico sentado sobre ele, com as nádegas a roçarem a vara, agito-me até que entra no meio das bochechas e toca o cuzinho, delicioso o contacto daquele músculo quente, solto um suspiro de prazer.
Calma .Diz ele enquanto me puxa na direcção do seu peito.
Primeiro vou-te ensinar a mamar uma verga e quanto ao resto temos o fim de semana.
Tá titio. Tenho o rosto afogueado de tesão.
Ok.
Segura a a minha cabeça pela nuca e empurra-a em direcção ao pescoço e diz-me : Começa a beijar e a lamber a partir de aqui vai descendo lentamente, sempre beijando, lambendo devagar com prazer e seduzindo-me até chegares ao teu prémio.
Tá titio…vou..
Estico-me um pouco sobre ele e começo a beijar o pescoço, depois o peito, chupo os mamilos alternadamente, passo a língua entre os mamilos até ao umbigo, vou descendo o meu corpo e quando a vara bate na minha cara deliro de tesão, abocanho-a de imediato e chupo a glande inchada.
Ele saca-me a vara da boca ao mesmo tempo que me dá uma pequena tapa na cara.
Não é assim, tem de fazer com carinho, paixão, excitar o parceiro, comece de novo.
Fico nervoso e deixo escorrer uma lágrima.
Calma, lindinha… tu vais aprender com tempo vais ser uma menina deliciosa.
Sim..titio a voz sai-me embargada de comoção.
Começo de novo, agora entrego-me com paixão, beijo e lambo levemente o seu corpo, a minha língua percorre o seu peito, gira em volta dos mamilos, dou pequenas chupadinhas, desço mais um pouco, aplico-me na sua barriga e umbigo beijo-o delicadamente, cada vez sinto mais prazer no que estou a fazer, desço mais um pouco, a vara bate-me no queixo, deixo-a passar e ficar junto da minha boca, lambo-a agora lentamente, de baixo a cima, dou uma pequena chupada na cabeça, e beijo-a, roço os lábios nela até baixo, subo lambendo e nova chupadinha, titio segura a minha cabeça, sinto que o satisfaço que agora sim, estou a mamar uma vara.
Vai abocanha. Diz-me ele acariciando os meus cabelos.
Levanto a cabeça e meto a vara na boca, é grande e deliciosamente quente, a minha primeira mamada, quero que ele goze de prazer, movimento a boca lentamente para baixo e para cima, primo um pouco os lábios para sentir a textura daquele delicioso pau.
Hummm..bommmm titio suspira de prazer.
Continuo afincadamente a mamar a tora como ele diz, sinto-a pulsar na minha boca, a saliva escorre pelo tronco da vara, apanho-a com a língua e engulo-a, continuo a mamar num lento vaivém até meter metade, não consigo mais é grande, titito segura a minha cabeça e acompanha os movimentos, até que sinto o seu corpo estremecer e recebo um jacto de esporra na minha boca, atrapalhado deixo-o escorrer pela vara, mas outro e outros jactos projectam-se contra a minha boca, meto a vara na boca e recebo ainda um pequeno jacto, fecho a boca em redor da verga, indeciso no que fazer.
Vá linda…engole o leitinho da primeira mamada e depois lambe e engole o resto, deixa a tora limpa.
Engulo o resto de esporra e começo a lamber e a engolir o que caíra, tem um gosto estranho, mas engulo tudo até que nada resta.
Titio olha e sorridente diz-me : brilhante para a primeira mamada foi muito bom.