Que buceta linda da madrasta !!!

Click to this video!

Olá gente me chamo ewerton, nome (fictício) meu primeiro conto espero que vc goste ….
Eu tenho uma madrasta chamada, Margarete ela é uma loira, magra, com uma bunda redonda não muito grande, mais dava pra ver que era uma delícia, meu pai é casado com ela a 10 anos, certa vez fui passar as férias na casa dele, mais meu pai não tinha muito tempo pra fica comigo e quem passava a maioria do tempo era a delícia da minha madrasta, então teve um dia que a minha madrasta tinha que ir numa reunião católica eu não estava a fim de ir, mais ela foi sozinha, após que ela saiu, fui correndo no banho pra cheira a calcinha dela que ela uso na tarde daquele dia, comecei bater uma punheta muito gostosa pensando nela, até que gozei na calcinha dela, isso foi se tornando rotina aqui toda vez que ela toma banho e tira a calcinha dps eu vou e comeco a cheira .
Certo dia meu pai tinha conversado com a gente que iria fica fora de casa por uma 1 semana, devido essas entregas que tem pra longe, nesses final de ano, e ele pediu pra eu cuidar da Margarete eu disse Ok …
Quando ele se foi ja estava escuro, era em torno de umas 22:30 hrs da noite, então minha madrasta perguntou se eu queria assistir um filme com ela, pois ela não está com sono, eu topei então nois começou a conversa papo vai papo vem, até que chegou o papo de sexo, ela dizia que meu pai era muito bom no sexo, mais ele está chrgando aos 45 anos, e tem que tomar viagra pra aguentar ela .
Então eu fiz uma brincadeira, com ela também pra aguentar uma mulher gostosa que nem você tem que tomar uns 2 viagras kkkkk
—ela falou : menino me respeita kkkkk, e eu não sou gostosa assim tanto não .
Então eu ja fui aprofundando o assunto, mais voce parece que mete pra caramba .
Ela fez uma cara de vergonha e falou
— é esquisito eu está conversando com voce sobre isso .
Então eu já estava excitado e falei
— por que ? Só por que eu sou o filho do seu marido?
Ela falou
— sim eu tenho que respeitar ele
Eu fui chegando perto dela, e fui falar na nuca dela .
—entre quatro paredes ninguém é de ninguém
Ela ja estava toda arrepiada e tentou se afasta
—mais eu não posso fazer isso com, vamos para com isso que eu já estou toda arrepiada
Então eu fui me aproximando mais, passando a minha mão nas pernas dela é fui subindo .
—o que acontece aqui fica so entre nos ….
Ela então falou :
—por mais que eu quera eu não posso fazer isso, não posso trair seu pai
Eu fui chupando o pescoço dela então falei
—seu corpo está dizendo que sim, ele não vai saber, ele não está nem aqui
Entao ela não falou nada, e começou a gemer Baixinha, ela já estava com tesao.
Então eu puxei o cabelo dela pra trás e meti no beijo e fui beijando ela, passando a mão no peito dela até que tirei a camisa, a filha da puta tava sem sutiã que peitos gostosos, entao ja puxei meu pau pra fora de 18cm, então ela deitou e foi chupando, passava a língua, chupou as bolas até que colocou meu pau todo na boca, que boquete delicioso.
Então ela se levantou virou de costa pra mim é foi tirando o shots dela ….. no outro conto eu termino ele