Virei presente de aniversario do meu irmão – Final

Click to this video!

Depois que meu irmão encheu meu útero de porra, e já estava se sentindo um homenzinho, resolvi também aproveitar aquela oportunidade.
Nunca tinha sentido tesao pelo meu irmão, mas estar na cama dele, depois dele meter gostoso em mim, e ainda pedir mais, me deu vontade de aproveitar varias coisas que eu gostaria de fazer, uma delas era dar o cu. Já tinha tentado outras vezes, mas sempre desisti por sentir muita dor.
Deixei ele aproveitar meu corpo por algum tempo, e coitadinho, ele não sabia o que fazer primeiro, ele não sabia se chupava meus peitos, se me beijava, mas o que mais me deixou com tesão, é ele entre minhas pernas, olhando, tocando a minha buceta, como se fosse coisa de outro mundo. Também, era primeira vez que ele tava vendo uma de perto (disse ele depois).
Pedi pra ele me chupar, passar a língua bem devagar, e bem devagar, começou a me chupar meio sem jeito, então ensinei algumas táticas e em poucos segundos, estava com meu irmão entre minhas pernas me chupando como um louco, e como o tesão estava alto, não demorou muito pra eu me estremecer e gozar loucamente na boca dele.
Queria fazer ele um homem de verdade, então pedi pra ele ficar em pé, e ajoelhada na sua frente, comecei a chupar o pinto (de tamanho de pequeno a médio) do meu irmão.
Meu tesão aumentou quando ele segurava minha cabeça, e começou a me chamar de putinha, de vadia, de vagabunda. Foi ai que aumentei a pressão das chupadas e também a velocidade, e minutos depois, estava tomando o leitinho gostoso do meu irmão.
Quando ele terminou de gozar na minha boca, vez eu deitar na cama, e continuou a me acariciar, me chupar, me beijar, então tive a ideia dele brincar no meu cuzinho, antes de pedir qualquer coisa pra ele.
Ele topou na hora, pois depois fiquei sabendo que ele adorava uma bunda (principalmente a minha) e la estava eu deitada de bruços, e meu irmão começou primeiro beijando e passando a língua no meu cu. Eu estava arrepiada em cada passada de língua que ele dava em mim, e eu tesao só aumentava.
Pedi pra ele começar a enfiar o dedo mas bem devagar na minha bunda, e ele, carinhosamente, intercalava algumas chupadas e algumas dedadas dentro do meu cuzinho. Uma certa hora não aguentei e comecei a gozar de tanto tesão que eu sentia,, e ele continuava a brincar com meu buraquinho.
já não sentia mais dor, era só tesão, e sem perder tempo, queria aquele pinto dentro de mim, então pedi pra ele começar colocar depois dedos ao mesmo tempo, e foi ai que a mistura de dor e tesão me fizeram gozar novamente.
Não dava pra esperar mais, queria um pinto dentro de mim, então pedi pra ele subir em cima de mim e meter gostoso na minha bunda.
Enfiei a cara no travesseiro e fiquei esperando, quando comecei a sentir o pinto dele invadindo meu cu. Mais uma vez, aquela mistura de dor, agora maior, e saber que um pinto estava dentro do meu cu, eu gritava com a cara enfiada no travesseiro.
Meu irmão metia com vontade dentro de mim, e enquanto ele metia, continuava a me xingar de vadia, puta, etc.
Quando eu senti que estava gozando dentro do meu cu, comecei a gozar também.
Depois de um tempo nos recompondo, tomamos um banho e esperamos nossos pais.
Hoje me tornei amante do meu irmão, pois mesmo eu sendo casa, ainda adoro receber
o pinto dele dentro de mim