O sonho de ser puta

Click to this video!

Meu nome é Rodrigo tenho 56 anos sou muito bem casado com uma mulher que apesar de estar na casa dos 40 anos é muito safada e gostosa.Quando eu era criança eu sempre brincava com o meu melhor amigo de marido e mulher, um pegava na bunda e no pau do outro as vezes trocava abraços,mas nunca passava disso,na adolescência cheguei a sair com alguns homens adultos,mas só permitia que eles me chupassem mesmo morrendo de vontade de pegar naquelas picas grande e grossa e colocar na minha boca e depois no meu cuzinho virgem.Quando fiquei adulto sempre aparecia alguns homens querendo sair comigo, como eu sou negro existe uma fantasia que somos muito macho, de pica grande e grossa e comedor.Mero engano, no meu caso eu queria era ser possuído, ser tratado como uma puta,ser chamado de vadia, mais só encontrava passivos no meu caminho.Conheci uma garota em uma festinha na casa de amigos,nos apaixonamos e casamos, ela é uma mulher espetacular fode como ninguém,adora chupar uma pica e beber todo leitinho sem desperdiçar nada.Como ela tem uma bunda muito gostosa, não deixo passar barato, sempre que eu estou comendo o seu cuzinho fico fantasiando que estou no lugar dela sendo enrabado por um macho bem gostoso.Certo dia ela estava chupando a minha pica e passou o dedo no meu cuzinho e ficou revezando hora o dedo hora a língua isso me levou a loucura e sem pensar pedir para ela enfiar o dedo no meu cuzinho e gozei como uma putinha.Depois do gozo não disse uma palavra, fiquei morto de vergonha, e agora minha mulher vai pensar que eu sou viado.Para minha tranquilidade ela saiu do banho e falou que adorou fazer aquilo comigo e se eu quisesse ela deixava eu experimentar uma pica de verdade, na hora gelei, mas ela insistiu dizendo que era normal e que ela já teve vários casos com mulheres,e ia convidar um amigo dela para me fazer de puta.diante de tanto argumento topei na hora,perguntei quem seria mas ele falou que era surpresa e que eu ia adorar.Ficou marcado para um sábado a noite, ela sairia e eu ficaria em casa esperando o meu amante.No dia acordei cedo fiz a barba depilei o meu cuzinho o meus ovos, fiquei toda raspadinha para esperar o meu macho.Apesar de não ser afeminado hoje eu quero me sentir mulher.A noite tomei um banho passei um creme da minha esposa no corpo todo, vestir uma bermuda sem cueca para ficar mais a vontade e um camisa polo,estava super ansioso.O interfone toca, quando eu abro a porta tomo o maior susto, é o meu cunhado irmão da minha mulher,ele simplesmente disse que já tinha falado para irmã que eu de vez em quando dava umas olhadas para o seu cacete, e como eramos família, tudo ficaria em casa.Fiquei sem jeito,mas ele preparou uma dose de conhaque e me deu para quebrar o gelo, e foi logo me abraçando e beijando o meu pescoço e tirando a minha camisa, começou a chupar os meus seios, como tenho os peitos maior que muitas mulheres isso o deixava louco e eu fui me soltando e dando uns gemidos e me entregando as suas investidas.Nos já estávamos nus trocando longos beijos de língua quando ele falou que hoje ele ia me transformar em uma putinha, e pegou aquela pica gostosa e colocou bem pertinho da minha boca e disse chupa vadia, só com essas palavras eu fiquei com mais tesão, demorei alguns minutos com aquela maravilha nas mãos só admirando os contornos, as veias salientes e a cabeça rosada que seria degustada por mim, fui chupando bem devagar para sentir todo o seu sabor e o seu cheiro, as vezes colocava todinha na boca e meu macho gemia de tesão, descia até os ovos e chupava o seu cuzinho,ele já estava ofegante e dizia que eu era a melhor puta que ele já teve.Foi quando ele pediu para fazer um 69 e pegou o meu pau e começou a chupar bem gostoso, depois se concentrou no meu cuzinho que estava todo lisinho como uma bucetinha,a todo momento tentava penetrar a língua no meu cu,sai desa posição para não gozar rápido,e voltei a chupar o meu sorvete de carne, pedir para ele gozar na minha boca, engoli aquela pica todinha e ele me dava uns tapinhas na cara e me esculachava de todos os nomes, foi quando ele disse, agora sua vadia você vai receber o leite de seu homem, sentir a pica dele pulsar na minha boca e recebi o seu leitinho quente e gostoso que eu engoli todo.Fomos tomar banho juntos e ficamos nos tocando e ele me fez gozar na sua boquinha. Fomos para o meu quarto para ficar mais confortável, eu não conseguia soltar aquela pica, parecia fixação, voltei a chupar e a beijar toda a sua extensão, ele gemia de prazer e dizia que queria gozar no meu cuzinho lisinho, e pediu para eu ficar de costa e empinar a minha bunda para ele dar uma chupada e depois enfiar aquela pica gostosa toda dentro de mim.Nunca sentir tanto prazer na cama, eu estava sendo uma mulher usada e desejada por um macho que me fazia de puta. Ele pegou um lubrificante e passou no meu cuzinho e ficou botando o dedo para abrir passagem, era gostoso ouvir ele me chamar de vadia com os dedos no meu cu, ele subia em cima de me e começou a botar a cabecinha bem devagar com se ele estivesse tirando a virgindade de uma adolescente, não sentir nem uma dor só prazer sentindo aquela pica entrado dentro do meu cu mim fazendo mulher, eu rebolava como uma louca e pedia mais pica e ele me chamava de puta dava tapas na minha bunda e empurrava com força e eu pedia mais, nesse momento eu queria era ser dominada e pedia para ele demorar a gozar,mais ele disse que não ia aguentar e gozou como um verdadeiro macho e me encheu de gala, eu gozei sem tocar no meu pau.Foi uma verdadeira loucura, estou casada e tenho um belo macho para me fazer de puta.