Meu tempo de serviço Militar

Click to this video!

Bem o que vou contar aconteceu quando eu fui prestar o serviço Militar, eu tinha 18 anos, e já tinha Carta de Habilitação, assim que me apresentei fui selecionado para prestar serviço no Pelotão de Transportes, como motorista, uma semana no quartel me colocaram de motorista do Comandante, ele era um coroa bonitão, simpático, eu era uma rapaz bonito, corpo bem feito, atlético, pernas bonitas, e adorava usar roupas apertadinhas tenho uma bunda carnuda bonita, quando mais jovem tive algumas experiências de sexo com homens, tanto passivo como ativo, eu gostava, o Comandante era casado, tinha uma filha já adulta, e eu servia o comandante como também a sua família, e para minha sorte fui bem recebido por ambos, me dava bem eles gostavam de mim.

Um dia fomos jogar bola num clube fora da Cidade uma festa de confraternização e o comandante também jogou, e para tomar banho foi oferecido um alojamento privativo e claro, o comandante não iria tomar banho no meio de todos, ele pediu para ir buscar suas roupas na Viatura, eu já trouxe as minhas, ele então me disse aproveita e toma banho aqui mesmo, eu aceitei, nossa quando ele tirou o calção não acreditei, ele tem uma rola grossa, grande, não pude deixar de olhar, tinha dois chuveiros, eu aproveitei e fui tomar banho também, mas meio envergonhado ficava com a bunda virada para ele, e quando eu me virava não podia deixar de olhar a pica dele, percebi que ele notou alguma coisa, mais sabe como é e o comandante fiquei na minha tomei meu banho me arrumei e sai, logo ele apareceu fizemos um lanche e fomos embora.

No caminho do Quartel conversando ele perguntou se eu tinha gostado, eu com aquilo na cabeça, perguntei do que, ele retrucou do jogo, da festa, eu disse sim muito boa, ele então rindo, disse porque você gostou de alguma outra coisa que viu, eu respondi sim tudo esta bom, e assim chegamos.

O Clima entre nós estava estranho, ele me tratava com mais liberdade, isso fora da presença dos outros sempre quando estávamos sozinhos, num final de semana sua filha e sua esposa foram viajar iriam passar a semana fora, ele iria ficar sozinho em casa, apesar de a empregada trabalhar normalmente, um dia na parte da manha eu já no quartel, recebi um recado que o Comandante estava me chamando na sua casa, ele morava ao lado do quartel na vila dos Oficiais do Estado maior, eu fui lá quando cheguei ele mandou eu entrar ele estava sozinho só de cuecas, e pelo volume dava a impressão que estava de rola dura, começou a me passar um tarefa, mais eu não conseguia desviar os olhos daquela coisa, ele então perguntou para mim, se ele poderia confiar em mim, e claro que eu disse que sim, acabei de responder ele tirou a cueca e me disse notei que você gostou dele, não é, eu sem saber o que responder disse e verdade gostei mesmo, ele disse então tira a roupa e brinca com ele, nossa eu cai de boca chupando aquela rola enorme dura que nem pedra, chupava o saco dele, lambia tudo, ele me deitou na cama e começou a chupar o meu cu, passava a linguá, nossa estava uma delicia, eu metendo com o comandante na cama dele, ele passou um lubrificante e começou a penetrar, nossa no início doeu um ´pouco mais entrou tudo nossa como ele adora um cu, ficou metendo um bom tempo encheu meu cu de porra, que delicia passei o dia todo com o cu ardendo, terminou o expediente eu fui verificar se ele iria precisar de mim, ele então perguntou quer ir lá em casa, eu respondi se o senhor quiser, ele disse daqui uns quinze minutos estou indo embora, vai lá, outra seção de sacanagem, ele adora chupar um cu, fodemos para caralho, ele acabou confessando que tinha o maior tesão em gozar na boca, se eu deixaria, eu acabei deixando, só que eu não esperava que ele iria tirar do meu cu e gozar na minha boca, caralho que delicia acabei tomando toda aquela porra, passamos a semana toda metendo na cama dele, só não dormi lá com ele para não dar margem a comentários.

Assim fiquei um ano no exercito metendo com ele, mesmo depois de ter dado baixa ainda tivemos uns encontros fora do Batalhão, depois ele foi embora para outra Cidade, e fiquei um bom tempo sem saber dele, mais de´pois de um anos acabamos nos encontrando, mais esta e uma outra historia, eu conto numa outra oportunidade.