Familia

Click to this video!

Eu ja sabia que D Laura traia meu Pai com meu primo Bené e meu Pai comia minha tia Josefa, mulher de seu irmão Paulo e pai de Bené, eu tinha que dar um jeito de separar D. Laura de Bené senão eu sobrava, arquitetei um plano meio estranho, meu tio era tarado pela minha bunda ficava louco quando me via, eu empurrava meus irmãos pra ele comer mas ele só queria meu rabo, adorava saber que era cobiçado mas porra o coroa queria ficar namorando minha bunda alisando, beijando, admirando, o máximo que fazia era chupa-lo e chupava maravilhosamente bem, mas meter que é bom nada, ficava dizendo que aquilo era um monumento não podia estragar esfolando meu cu, e era isso que mais queria, era ser arrombado, esfolado, estuprado, lascado, arregaçado, tudo que tenho direito e mais um pouco, pica pra dentro e muita gala nos intestinos. Fiz o seguinte, sabia que minha Tia Josefa toda terça-feira ia fuder com meu pai na cachoeira do sitio, com o pretexto de ir fazer uma limpeza de corpo coisa de espiritismo, mentira da porra dizia que precisava ficar só para purificar corpo e alma nua na cachoeira, ninguém tinha coragem de ir lá ver, meu pai vinha por dentro da fazenda que ele administrava por trás da cachoeira amarrava o cavalo e socava pica adoidado na minha tia que ficava alucinada falava cada loucura que as vezes eu achava que tava encorporada de algum encosto bravo, descobrir porque fui da meu cuzinho lá uma vez a um vaqueiro de quase 80 anos procurando uma vaca desgarrada entrou nas terras de pai, encontrei o velho e cobrei pedágio, ou seja em pica só saia com ou sem vaca se me comesse o velhinho disse olha gente e eu que achei que nunca mais ia comer ninguem eu nessa idade me aparece um franguinho deste venha cá meu filho e fomos montei e indiquei a cachoeira era tardizinha o sol pra se pôr quando lá chegamos pra minha surpresa peguei meu pai enfiado todo no rabo de minha tia eu cheguei a sentir as bolas batendo na minha bunda do jeito que ele a fodia, o coroa falou: deu merda vamos vazar daqui. eu expliquei q era meu pai e minha tia, se eles falassem alguma coisa eu fodia com os dois, o coroa falou entao tras eu cu pra cá viadinho, o velho tinha mais tesão q certos meninos uma pica grossa que mais parecia um pilão devia ter 20cm de diametro uma cabeçorra roxa que mal cabia na boca mais eu quentei no cu ate a base uma tora deliciosa tentei chupar só dava pra abocanhar não cabia na boca de jeito nenhum o jeito foi partir logo pro cu o velho dizendo não cabe eu mandando mete soca, empurra essa porra de qualquer jeito vai entrar, fiquei todo atolado naquela manjuba o velhinho me encheu de gala me comendo e olhando meu pai metendo em minha tia, me agradeceu e me deu 20 paus pra comprar pomada pro cu e prometeu que ia voltar e trazer um filho que disse ter um taco de sinuca quase 50 cm e mais grossa que a dele chamado Julio (mais isso é outra estoria) depois de ter visto menha tia e meu pai armei com meu tio vamos fuder lá na cachoeira terça o coroa falou: tá doido é dia de sua tia fazer limpeza de corpo vou lá nada. Falhou ia armar um flagra, vou tentar outra, falei com Bené pra ele me fuder, ele disse porra primo tô c agenda lotada comi D. Eugenia logo de manhã quando saia encontrei Tereza sua irmã ia pro colegio no caminho deu uma mamada, voltando ma bato com Raimundo ja viu pica, vim pra cá quando chego em casa D. Laura de bobeira dei unas encochadas nela ela com medo marcou pra amanhã na cabaninha do morro vou descançar pra arregaçar tua madrasta, ou puta gostosa. perguntei que horas vai ser? ele depois que seu pai for pra fazenda, ele sai de cavalo ela vai andando pra dá tempo chego depois na treita, mas fica na sua não fala nada pra ninguém pra não queimar meu filme, ela descobre q alguém sabe perco a foda, fique quieto quando voltar te dou leitinho no cuzinho. Falei beleza fico calado mas quero minha parte. fui e armei com meu tio na cabaninha também só que um pouco mais tarde deles pra quando agente chegar eles já estarem fudendo, damos flagra ela fica me devendo essa e Bené livre pra me comer todinho. Meu tio tarado disse não vou nem pra fazenda amanhã vou direto pra cabaninha lhe espero lá, ou velho babão, tuudo acertado de manhã papai saiu umas 6:00 hs 6:30 a putinha dele eu e os irmãos pro colégio 7:00 dei um nó de dor de bariga deixei eles irem na frente e poquei pra cabaninha, ela por um caminho eu pelo outro mais demorado no caminho encontro um peão da fazenda indo trabalhar, perguntou: vai onde viado uma hora dessa? só pode ser dar o cu. sorrir e disse: como advinhou? ele falou sobe aqui te levo. eu falei: pensei que ia querer me comer? e vc pensa que carona é de graça? principalmente que nem tomei café, tô numa fome da porra, vou tirar a barriga da miséria.Ele me levou até perto da cabaninha, apiei do cavalo ele também desenbanhou a pica comprida mas fininha só presta pra chupar entra pela garganta a dentro vai até o estomago uma coisa de doido engoli minha dose de gala e poquei pra cabana, meu tio já tava meio de lado entocado assustado, cheguei de junto perguntei: que foi homem? ele disse: tem alguém fudendo aí também a coisa tá braba pelo jeito o cara tá esfolando a bandida toda é cada grito, cada urro, chega dar medo, não sei se tá gozando ou tá morrendo. Disse: vamos ver quem é. porra vai atrapalhar nossa foda. ele a gente olha dá a volta e vai pra mata fechada onde eles não passam. vamos lá. tinha uma janela na lateral ficava destrancada se algum vaqueiro quisesse ir fuder escondido de noite abria ela pulava e abria a porta por dentro, empurrei devagar já sabendo o que ia ver, quando abriu uma fresca enfiamos a cara rapaz, meu tio só faltou enfartar esbugalhou os olhos virou pra mim e falou: fio do cabrunco, é Bené meu filho tá enfiado no cú de cumadre Laura eita desgraça meu irmão tá de chifre do sobrinho como ela guentou esta porra e agora o que a gente faz? vamos dar flagra? deus é mais disse ele, vou dizer o que? que vim aqui te comer e peguei eles? agora complicou. eita porra se eu entregar cumadre meu irmão mata meu filho, se ele descobrir vai saber que eu sei morro também, tá apertado, e agora viado? me dá uma luz. Falei cheio de razão; o Sr. chama Bené e conversa com ele diz que viu o cavalo dele perto da cabaninha veio ver e pegou eles, que não quer ver ele morto mete medo e diz pra ele se afastar da tia., depois manda ele dizer a ela e espera ela vim falar c o sr. quando ela vim conversar safada como ela é vai pedir pro sr. não entregar ela pede um pouquinho de boceta em troca se ela não der o sr. entrega ela assim ela fica presa toda. oche home isso vai dar certo? meu pai já é corno mesmo, melhor ser do irmão do que do sobrinho. seu filho é novo vai estragar a vida dele com uma mulher de 5 filhos pensa bem? tá certo mesmo home vou fazer isso mesmo aproveito pra ver se é gostosa mesmo. olha que chiada da peste a bicha é corajosa já viu a jiboia de Bené? parece um sucuri e a puta recebendo tudo no cu. Coloquei meu tio corno de meu pai pra dar corno em meu pai, livrei Bené do erro e com tempo disponível pra me lascar todinho.