Ensinando meninas inocentes a transarem

Click to this video!

Olá meu nome é Marcos, atualmente tenho 35 anos e desde minha adolescência sempre fui tarado por crianças, ou seja, preferencia peladas e roupas curtas sensualizando elas.
Bem, quando eu era mais novo iniciei a pratica com a minha irmã mais nova de 6 anos que na época eu tinha 15 anos. Num dia chuvoso de inverno. como nós dois estávamos sozinhos em casa e ela estava com frio foi deitar comigo na minha cama. Eu estava na minha deitado na cama que ela chegou e me pediu e deixei. Ao deitar-se ela esfregou sua pequena bundinha quentinha e gostosinha e começou a esfregar no meu pinto. Logo deu sinal de vida e ela dava risada e parecia estar gostando daquele lance todo e pedi para namorar pelado e ela topou na hora. Ficamos se abraçando e se tocando, pedi que não contasse para ninguém, ela topou e eu disse se ela não contasse a gente podia brincar todos os dias. Ela e eu estávamos de tarde na mesma escola e pelo caminho a gente conversava sobre nós pelados na cama e se ambos queria fazer. Quando a gente chegasse, unica coisa que dava tempo era trocar de roupa e comer algo e eu ir no quarto dela ou ela na minha. Ela sempre gostava de ser chupava, ela dizia que fazia cocegas e um certo prazer. Isso durou 10 anos com ela, também minha irmã já trouxe amigas dela da mesma idade para transar comigo e com ela, era uma coisa gostosa, que as vezes converso em grupo no chat com a minha irmã e sua amigas e quanto a mim e elas ficamos excitados. Quando fui embora morar sozinho, transei com a minha irmã umas quatro vezes, depois ela não quis mais por causa do fdp do namorados dela que acabara de arrumar. Eu contratei uma senhora para cuidar da casa, da alimentação e das minhas roupas, que nessa época eu trabalhava numa empresa de advogacia. Essa senhora tinha uma filha linda, moreninha de 8 anos, que aos poucos pegando a confiança delas da menina e de sua mãe. A menina se dizia apaixonada por mim me dava selinho e num dia desses em meio de selinhos peguei com força a bundinha dela e ela deixou. Depois do nada ela me mostrava a bundinha dela pra mim, que coisa mais linda, pedi para eu pegar a bundinha debaixo do seu vestidinho e ela topou na hora. Consegui enfim toca-la debaixo da roupa, perguntei se ela queria sair de carro comigo e aceitou na hora, pedi a mãe dela pra ir ao supermercado. No meio do caminho mostrei meu pinto para ela, eu dirigindo meu carro, ela não tirava os olhos dele, perguntei se queria tocar nele e eu deixava. ela toda sem jeito pegou com vergonha e adorei aquilo tudo. Chegamos ao supermercado comprei o que devia, ela não parava de me olhar, voltamos para o carro, entramos e tirei para fora e sem pedir ela pegou. Antes de nós chegarmos em casa disse para ela não contar nada para sua mãe o que aconteceu aqui no carro e ela topou. chegamos em casa, ela foi logo atrás de mim para meu escritório quando eu sentei na cadeira ela foi pegando meu pau que já crescia na mãozinha dela. Tirei a roupinha dela e e minha também rolou uma sacanagem bem gostosa. Chupava bem a bucetinha dela e ela adorava. Mas infelizmente a mãe dela teve que ir embora da cidade, incesti ficar trabalhando e morando na mesma cidade e ela não quis. Ela tinha pedido as contas depois de 2 anos comigo, não seria justo mandar ela embora sem dinheiro ou sem direito alguma, pois explorei todo esse tempo a filhinha dela. Paguei tudo bonitinho, dei uns presentes para a filhinha dela, se despedimos transando rápido, ela chorava dizia que não queria ir embora e foram. Contratei uma senhora gorda, feia, pela minha sorte ela tinha uma filha de 4 anos, fiz a mesma coisa, pegando a confiança das duas, essa me pegou pelado e ficava me olhando, eu de pau duro chamei para perto ela foi, peguei a mãozinha dela e fiz ela segurar o meu pau, pegava como se fosse profissional. Após de duas semanas, a mãe dela nos viu transando, fiquei com medo e ela me olhava com cara de brava, ela do nada disse, você me da um aumento de 1.000,00 reais eu finjo que não vi. Não tive escolha topei na hora, eu disse que eu ia no banco sacar o dinheiro, fui e voltei e dei o dinheiro a ela. Ela me olhou com uma cara quase rindo e me disse, se você não penetrar nela eu finjo que não sei de nada, podem fazer o que quiserem mas sem penetração. Contei a minha história desde de quando comecei com as meninas e ela se apavorava o que eu fazia com as meninas. Enquanto a mãe dela limpava minha casa, fazia comida e lavava minhas roupas, eu tinha uma mini deusa na minha cama só pra mim, chupava loucamente e esse tempo foi se passando e essa mini deusa cresceu e virou uma moça linda e muito gostosa. Paremos pois ela dizia que estava apaixonada por um menino 3 anos mais velho que ela. A mãe dela disse para mim que minhas aventuras tinha acabado e eu ri rsrsrs.
Até hoje essa senhora recebe os 1.000,00 e levo umas meninas filhas das vizinhas, meninas de ruas e algumas que arrasto depois da pracinha. Ela recebia para fingir que não via e se alguém perguntasse não sabia de nada. Minha irmã teve uma menina linda e com um corpão de quando homem de ficar de pinto duro, minha irmã sabia das minhas safadezas chegou e disse para mim. Hei maninho, tira os olhos dela, ela é minha filha e sorrio. Eu disse brincando com ela, se ela quiser eu pego ela. Não gostou muito e me disse, minha filha não faça comigo e alivia mas ela não. Ela pegou minha mão e me deu um beijo na boca. Futuramente conto mais meus segredos e aventuras sexuais.