Fui reclamar com o vizinho e acabei arrombada



Click to this video!

Olá, sou Manuella tenho 18 aninhos sou loira, branquinha e muito tarada, sempre fui fã desse site mais só hoje enviei um conto pois acho que minhas aventuras merecem ser registrada, meu maridinho chegou em casa meio dodói hoje e foi dormi cedo, eu como sempre fiquei na net vendo as pornografias de sempre, adoro assistir porno sempre fico muito exitada e mais safada ainda, lá pelas meia noite meu vizinho que se mudou essa semana começou com a barulheira que ele sempre faz, desde que ele veio morar na casa ao lado não tenho mais sossego, para que ele não incomodasse meu marido resolvi ir lá reclamar, sou muito marrenta, como já estava de camisola, uma camisolinha branca bem transparente que deixa os biquinhos dos meus peitos amostra, vesti apenas um hobby e bati em sua porta, ainda não havia olhado pra ele só tinha o visto de longe, quando ele veio abrir a porta, e um garotão deve ter uns 20 anos, alto magro, branquinho bem bonitinho apesar de não ser bem meu tipo, ele me olhou dos pés a cabeça e disse:
-boa noite, que deseja?
-boa noite, eu moro aqui ao lado e só queria pedir pra vc maneirar no barulho, vc é novo aqui então deve saber que essa vizinhança é bem tranquila…
ele me interrompeu:
-tudo bem vc pedindo assim com jeitinho, meu nome é Rafael e vc deve ser a Manuella
-sou, como vc sabe?
-já me falaram de vc, a loirinha gostosa…
senti meu rosto arder de raiva e vergonha, fiquei muda, ele pegou pela minha mão e me puxou pra dentro
-entre vc é a primeira vizinha que recebo
conversamos algumas bobagens, mais senti que o Rafael me comia com os olhos, aquilo foi me exitando, já tava toda molhadinha com os videos que tava vendo estava louca pra dá, derrepente ele lembrou com a cara bem safada:
-não é falta de educação aparecer na casa de um vizinho novo sem levar algo pra ele comer?
só o olhar dele me deixou minha buceta latejando de tesão
respondi:
-não quando o novo vizinho é um bagunceiro…
ele chegou perto do meu ouvido se enroscando no meu pescoço por trás e dizendo: tem certeza que não mereço um agrado? eu sentindo o calor daqueles lábios carnudos, logo ele começou beijar meu pescoço de leve, e deu um beijo bem suave nos meus lábio, olhou fixamente nos meu olhos por alguns segundo, quando viu que cedi me tomou no colo e colocou sentada em cima da messa abriu o hobby e começou a morder os biquinhos dos meus peitos por cima da camisola, foi pegando no meu corpo ate chegar na minha buceta, quando ele sentiu ela toda lambuzada ficou louco de tesão, colocou o pau pra fora foi aí que eu me surpreendi, O MAIOR PAU QUE EU JÀ VI AO VIVO, deve ter uns 22 ou 24 cm, bem grosso com uma cabeçorra rosada parece de mentira de tao lindo e apetitoso não pensei em outra coisa, cai de boca, chupei como pude munha boca chegou a doer pois fiquei tao empolgada que forçava a chupada, ele me puxou pelos cabelos me colocou de costas apoiada na messa e sussurrou no meu ouvido: loirinha gostosa, safada gostou do meu pauzinho? agora ele vai arrombar teu cú…
naquele momento eu gelei, aquele pau enorme ia arrombar até minha buceta imagina o meu cuzinho quase virgem?
tentei relutar me desvincilhar dos bracos dele, não não sai, quanto mais eu relutava mais ele ficava exitado então ele me segurou firme e apoiou minha cabeça na messa e meteu em uma estucada só na minha buceta melada, senti aquele pau me arrobar como nunca tinha sentido antes, ai que delicia ele me comeu gostoso naquela posição por um tempo aí me levou para o sofá, me colocou num frango assado gostoso e eu fiquei olhando minha bucetinha engolir aquele pau maravilhoso gozei varias vezes naquela maravilha ele ficou todo meladinho entrava e saia todo lambuzado com meu melzinho, derrepente ele me colocou de quatro e começou a acariciar meu cuzinho, aquele medo voltou mais estava tao gostoso que eu gozei novamente, ele tirou aquela coisa descomunal da minha buceta, todo meladinho e começou a passar na minha portinha, eu relutei ele disse que só ia meter a cabecinha pra gozar, e foi metendo meu cú foi rasgando e eu não pudia nem gritar que meu marido podia ouvir, quando senti que a cabeça tinha entrado relaxei um pouco aí ele meteu mais alguns centímetros, meu deus como aquele pau é grosso, me deu mais algumas penetradas num vai e vem gostoso eu comecei a acariciar meu grelinho e logo gozei bem goooosssstossssooooooo, ele não resistiu a minha gozada meteu bem forte no meu cú até o fim daquele pau eu não me contive soltei um berro mistura de prazer e dor ele me encheu de porra, fiquei sentindo aquele pau jorra litros de porra no meu rabo, levamos algum tempo para nos recompor, ele disse que depois vai me ensinar a dar o rabo bem gostoso, vim pra casa na ponta dos pés para não acordar meu corninho que ainda bem, não ouviu meu grito, tomei um bom banho e agora to escrevendo meu primeiro conto com a buceta ardida e o cúzinho arrombado!!!!!!!!!!!!!!!!!
BJUS em seus PAUS e em SUAS BUCETINHAS!